Quarta, 08 de Dezembro de 2021 00:56 84 98733 4107
Saúde Prevenção

Novembro azul: 6 fatos que você precisa saber sobre o câncer de próstata

Mês de prevenção chama atenção para a saúde masculina e importância de exames de rastreamento

02/11/2021 19h28
30
Por: Adrovando Claro Fonte: InORP Oncoclínicas
 Novembro azul: 6 fatos que você precisa saber sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é, de acordo com dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), o mais incidente em homens, correspondendo a 29,2% de todos os tipos de neoplasia que atingem o sexo masculino. A estimativa é que 65.849 novos casos sejam diagnosticados por ano até 2022. 

Conhecido por ser um câncer da terceira idade - 75% dos casos no mundo ocorrem após os 65 anos - a doença requer atenção, principalmente por ser considerada "silenciosa". 

Por isso, a realização de exames e cuidados com a saúde são as principais recomendações da classe médica. Com a campanha Novembro Azul, a expectativa é que os números de realizações de exames apresentem uma tendência de alta. 

"Os números positivos e crescentes podem ser reflexos de um sentimento de segurança que estamos vislumbrando com o avanço da vacinação contra covid-19 e a diminuição das medidas de restrição. Sentimento este que permite que as pessoas voltem a olhar para sua saúde de modo geral e realizarem seus exames de rotina. Voltamos ao estado de prevenção constante para os diversos tipos de câncer e isso pode ser decisivo para o sucesso dos tratamentos", comenta Carlos Fruet, oncologista do InORP Oncoclínicas. 

O especialista chama atenção para fatos importantes que todo homem precisa saber sobre o câncer de próstata: 

Doença silenciosa 

Em sua fase inicial, a maioria dos homens não apresentam sintomas. Quando sintomáticos, podem facilmente ser confundidos com uma infecção ou ao crescimento benigno da próstata. Quando eles aparecerem de fato podem já representar que a doença está em um estágio avançado. 

Sinais de alerta 

Os principais sinais são dificuldade para urinar ou a alta frequência, a presença de sangue na urina e, nos casos mais avançados aparecem dores ósseas, infecções generalizadas e insuficiência renal. 

Quando começar acompanhamento 

Quanto mais cedo for descoberto, melhores serão as possibilidades de tratamento e as chances de sucesso. A recomendação, segundo o oncologista, é que homens devam ir anualmente ao urologista a partir dos 45-50 anos, para avaliação. Para aqueles que tenham casos de câncer de próstata na família, é recomendado iniciar o acompanhamento aos 40 anos. 

Os exames 

Entre os exames estão a dosagem de PSA - exame de sangue - e o toque retal. "Muitos homens ainda tem um certo preconceito com a realização do exame, mas é preciso desmitificar isso. Ele é rápido, indolor e não causa nenhuma reação após", explica Carlos Fruet. 

O tratamento 

Cada caso será tratado dependendo do estágio, idade e condições gerais do paciente. Um dos principais tipo de tratamento para o câncer de próstata é a cirurgia. Todos os tratamentos possuem efeitos colaterais que hoje podem ser minimizados com a atuação de uma equipe multidisciplinar. "Deste modo, o paciente tem um conforto e bem-estar maior antes, durante e após o tratamento." 

Autocuidado é fundamental 

O médico ressalta o cuidado com o corpo e o cuidado. "Podemos fazer isso, adotando hábitos saudáveis de vida, não consumir tabaco e bebidas alcoólicas demasiadamente, praticando exercícios físicos regularmente, dieta com baixo consumo de gorduras saturadas e ricas em frutas e vegetais, além dos cuidados com higiene básica." 

Ele1 - Criar site de notícias