Quarta, 08 de Dezembro de 2021 00:55 84 98733 4107
Dólar comercial R$ 5,61 0%
Euro R$ 6,33 0%
Peso Argentino R$ 0,06 +0.041%
Bitcoin R$ 299.755,61 -0.584%
Bovespa 107.536,7 pontos +0.63%
Economia Lei

Ganhos com a adequação à LGPD superam as burocracias

Entenda sobre as principais vantagens que as empresas encontram na adequação às regras

02/11/2021 19h52
39
Por: Adrovando Claro Fonte: Daiana Barasa
Ganhos com a adequação à LGPD superam as burocracias

Sabemos que os dados são o novo petróleo na economia e que orientam a tomada de decisões nos negócios. A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) veio para organizar e proteger a privacidade da população brasileira. Inspirada na GDPR (General Data Protection Regulation), legislação europeia, a regulamentação local tem como intuito aumentar o controle do fluxo de informações pessoais nas empresas e fiscalizar a maneira como são utilizadas. 

Desde quando foi anunciada, a LGPD já provocava alvoroço entre as organizações. Com a pandemia, o prazo de adequação foi prorrogado para agosto de 2020, mas concedendo às empresas um tempo para se adequarem sem o risco de multas. Desde agosto deste ano, passaram a valer as penalizações em casos de não adequação à Lei. Não se tratam somente de burocracias.

É comum que entre as empresas a adequação ocorra principalmente por conta do risco à penalização ou para manter acordos comerciais com países do exterior, mas as vantagens de se adequar à LGPG vão além das burocracias. É importante para a melhora da reputação e da imagem da organização no mercado. Uma empresa que se preocupa com os dados de seus clientes mostra que se preocupa além da lucratividade, o que consequentemente gera boa reputação para a empresa.

Vantagem competitiva

Dentre os ganhos na adequação à LGPD está a vantagem no mercado competitivo, ou seja, se preocupar com os dados da organização também resulta em destaque frente à concorrência, uma consequência do item acima.

Credibilidade no mercado

Isso ocorre por meio da conscientização da proteção dos dados pessoais. Prova disto é a proteção de dados ser um fator altamente relevante em acordos comerciais.

Dentre os riscos ao não se adequar, além das multas, o destaque vai para a publicidade da infração cometida após apuração e constatação, o que gera a má reputação já mencionada por conta da vulnerabilidade a qual a organização fica exposta.

Entre vantagens e riscos

A Plano Consultoria lida diretamente com a implementação da LGPD em empresas públicas e privadas e já realizou uma importante ação de conscientização sobre o tema em um Webinar, reunindo alguns dos mais experientes especialistas no assunto

Obviamente as empresas colocam em primeiro lugar os riscos da não adequação e querem a regulamentação apenas para não serem multadas. Mas mais importante do que pensar nos riscos, é importante pensar nas vantagens da adequação, no que essa mudança cultural pode fazer pela empresa.

A organização tende a se tornar mais fortalecida no mercado à medida que tem os dados protegidos e os dados de seus clientes, além disso, sua boa reputação só trará bons acordos comerciais e maiores chances de expansão no mercado.

É preciso que haja uma mudança de mentalidade entre as empresas brasileiras de que é preciso apenas se adequar às normas. É preciso se adequar às novas demandas sociais! Dados expostos representam falta de compromisso ético e social, colocam o negócio em uma posição de inferioridade no mercado, em um lugar, que por décadas foi ocupado por milhares de empresas que achavam que bastava lucrar e ponto final.

É preciso ser uma organização viva, atuante e com propósitos sociais. A segurança dos dados é uma maneira de tornar as relações empresa/parceiros, empresa/fornecedores e empresa/clientes mais transparente e mais humana. Atualmente existe até mesmo a vantagem de contar com um profissional DPO (Data Professional Officer) externo para cuidar da proteção de dados de uma empresa, que é o que a Plano disponibiliza a algumas organizações em seu escopo de clientes.

Os ganhos na adequação à LGPD superam os ‘riscos’ que muitas empresas costumam enxergar em primeiro lugar. O desafio está em ser uma organização mais consciente em relação a um dos recursos mais valiosos hoje. Cuidar dos dados é se projetar com segurança no futuro.

 

Ele1 - Criar site de notícias