Sábado, 29 de Janeiro de 2022 05:19 84 98733 4107
Entretenimento Premiação

Final do Concurso Internacional de Canto Linus Lerner – Edição Brasil premia cantores líricos do país

Competição na ópera brasileira distribuiu R$27 mil reais em prêmios

03/01/2022 10h26
32
Por: Adrovando Claro Fonte: G7 Comunicação
Lucas Melo - PE
Lucas Melo - PE

O Concurso Internacional de Canto Linus Lerner – Edição Brasil, em parceria com a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN, através do projeto Movimento Sinfônico 2021, divulgou em dezembro passado o resultado final do certame, premiando 15 jovens cantores líricos do país na noite, durante transmissão ao vivo pelo Instagram oficial da OSRN (@rnsinfonica).

Criado para apoiar e incentivar talentos brasileiros, entre 18 a 35 anos, nascidos ou naturalizados no Brasil, residentes ou não no país, os prêmios se dividiram nas categorias: Júri OficialMenção HonrosaRevelação JuvenilIncentivo Artístico e Voto Popular. Um total de R$ 27 mil reais distribuídos aos vencedores das categorias em destaque.

 

Dentre os premiados estão jovens da Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Distrito Federal e Goiás. Conheça: Júri Oficial -  1º Lugar Feminino (Jessica Grace Wing Memorial Prize) – soprano Paolla Soneghetti/RJ (R$ 5 mil); 1º Lugar Masculino (Gretchen Goswick Prize) – tenor spinto Lucas Melo/PE (R$ 5 mil); 2º Lugar Feminino (SASO Prize) – soprano lírico Débora Faustino/SC (R$ 3 mil); 2º Lugar Masculino (Bill Faris Prize) – baixo-barítono Willian Pereira/PB (R$ 3 mil);  3º Lugar Feminino (Tim Secomb Prize) – soprano Thaise Giunco/SP (R$ 2 mil) e 3º Lugar Masculino (Bill Faris Prize) – tenor lírico Ricardo Gaio/RJ (R$ 2 mil). Na Menção Honrosa (Mele Hanohano Prize by Fred Baysa) – mezzo-soprano lírico coloratura Laiana Oliveira/DF (R$ 1.250); Menção Honrosa (Terry Anspach Memorial Prize) – contratenor Sávio Faschét/MG (R$ 1.250). Na Revelação Juvenil (Paula Klein Prize) – soprano lírico coloratura Flávia Gattás/SP (R$ 1 mil) e os de Incentivo Artístico foram para: Incentivo Artístico (Tim Secomb Prize) – baixo Marco Assunção/GO (R$ 500); Incentivo Artístico (Carola Murphy Prize) – soprano lírico Sophia Dornellas/DF (R$ 500); Incentivo Artístico (Mary Phillips Prize)  soprano lírico coloratura Tânia Gomez/RJ (R$ 500);  Incentivo Artístico (Helena Peterson Prize)  mezzo-soprano Marcela Panizza/SP (R$ 500) e Incentivo Artístico (Movimento Sinfônico) – soprano lírico coloratura Ariel Castilho/MG (R$ 500). E, na categoria Voto Popular (SASO Prize), que contabilizou mais de 4.600 votos, destinando o prêmio para a soprano Maria Gerk/RJ, que obteve 829 votos, levando R$ 1 mil reais.

 

A diretora de produção da OSRN, Tatiane Fernandes, comenta que esse tipo de concurso é um importante incentivo ao canto lírico do Brasil: “o mundo do canto lírico precisa de uma dedicação coletiva de diversas frentes e profissionais, para que chegue às pessoas, e o nosso concurso já é uma referência nacional. Vimos outras premiações após a nossa primeira edição em 2020 e isso é um reconhecimento, uma grande honra. E a gente sempre tem essa perspectiva, de o Movimento Sinfônico ser referência no país. Estaremos em busca constante de fazer o melhor para que a arte fique cada vez mais presente na vida de todos”, expressa a diretora.

 

A comissão julgadora foi formada por profissionais da área, com carreiras internacionais reconhecidas, dentre os nomes estão: Claudia Azevedo (EUA/BRA), Liliana Del Conde (MEX), Zaira Soria (MEX), Andrew Stuckey (EUA), Armando Mora (MEX) e Oziel Garza Ornelas (MEX).  O evento ocorreu pela segunda vez no país e tem enorme contribuição para a ópera nacional. A Edição Brasil é um desdobramento do 6º Concurso Internacional de Canto Linus Lerner realizado pelo Festival de Ópera de Sín Limites (México) em parceria com Southern Arizona Symphony Orchestra (SASO).

 

O maestro, Linus Lerner, é um incentivador da ópera e efetua há anos um trabalho em prol do desenvolvimento de cantoras e cantores líricos em países distintos, principalmente no México, por meio do concurso de canto e programas de classes e masterclasses. Por essa trajetória, a competição recebe o nome Linus Lerner, que também garante a participação ativa de diversos patrocinadores advindos, na maioria, da SASO e de artistas de vários países que creditam expectativas positivas na capacidade filantrópica e no seu desempenho como maestro e diretor artístico. “Graças a filantropia que deseja auxiliar o canto lírico do país que esse Concurso é possível”, comenta Linus.

 

A Edição Brasil conta com o apoio financeiro da SASO, contribuições de profissionais e instituições da área artística mundial e do projeto Movimento Sinfônico da OSRN – esse, realizado através da Lei Câmara Cascudo com patrocínio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Instituto Neoenergia e Cosern, e da Lei Djalma Maranhão com patrocínio da Prefeitura do Natal e Unimed Natal.

Ele1 - Criar site de notícias