Quarta, 25 de Maio de 2022 20:07 84 98733 4107
Educação Pandemia

Escolas precisam se adaptar após estresse causado em alunos pela pandemia

Especialistas explicam o que fazer para evitar comportamentos adversos

14/04/2022 10h51
44
Por: Adrovando Claro Fonte: Carolina Barbieri Montuori
 Escolas precisam se adaptar após estresse causado em alunos pela pandemia

A pandemia transformou a forma como produzimos, consumimos e nos comportamos. A restrição de circulação imposta e as perdas para a Covid-19 desencadearam nas pessoas comportamentos adversos, como estresse, irritabilidade e, nas crianças e adolescentes, dificuldade no aprendizado e concentração. Agora, com o retorno das aulas presenciais, as escolas precisam se atentar a possíveis sinais comportamentais de alunos e oferecer alternativas que os ajudem a lidar com o cenário atual.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Maria, o sofrimento desencadeado pela pandemia piorou a saúde mental de 65% das pessoas entrevistadas no início da pandemia, após as medidas de distanciamento social. A quarta etapa do estudo constatou redução dos sintomas de estresse (de 58,1 para 45,4%), ansiedade (de 52,1 para 46%) e depressão (de 61 para 50,5%). Os índices, no entanto, permanecem altos, pois apenas 32,4% dos participantes declararam algum diagnóstico prévio de transtorno mental.

Segundo Marina Nordi, Fundadora e Diretora Pedagógica da Escola Mais, rede de educação básica de alta qualidade por preço acessível, todo esse processo de transformação gera impacto na forma como os alunos se expressam, por isso, é fundamental que a rede pedagógica das instituições estejam atentas e ofereçam acolhimento a esta criança e adolescente.

“A educação pós-pandemia tem como desafio maior a continuidade do incentivo à metodologia de ensino ativas, como estimular o aluno a ser protagonista do próprio processo de aprendizagem. Dessa forma, conseguimos observar tanto o desenvolvimento livre do aluno, quanto a forma que este se expressa. Uma vez identificado algum problema, precisamos acolher e desenvolver ações resolutivas”, orienta a pedagoga.

Hoje, o mercado dispõe de soluções tecnológicas que podem ajudar as escolas e professores a identificar as lacunas no processo de aprendizagem e desenvolvimento dos alunos deixadas pela pandemia. Um exemplo disso é a Evolucional, startup que utiliza Inteligência Artificial (IA) para ajudar os gestores escolares a tomarem decisões pedagógicas baseadas em dados e indicadores. Através da aplicação de avaliações e simulados em instituições de ensino, a empresa identifica as áreas e os assuntos que os alunos têm dificuldade, e recomenda trilhas de estudo personalizadas para cada um.

“Com a nossa plataforma, as instituições de ensino podem identificar de maneira personalizada os assuntos que têm potencial imediato para alavancar a proficiência de cada aluno. Isto é importante sobretudo neste momento em que a pandemia impactou diretamente a rotina dos estudantes e consequentemente causou uma defasagem ao domínio de diferentes conteúdos e habilidades entre os alunos de uma mesma turma”, pontua Vinícius Freaza.

Sobre Evolucional

A Evolucional é uma startup de educação baseada em dados e evidências, que tem objetivo de entregar soluções educacionais, otimizando a rotina de gestores e educadores através de uma tecnologia da Inteligência Artificial, auxiliando nas tomadas de decisões pedagógicas com dados e processos estruturados. Como carro chefe, a startup utiliza da metodologia assessment first do aluno, com seu projeto Evo Nitro, que resulta em diagnosticar os principais pontos de dificuldade dos estudantes, e a partir disso, distribui conteúdos especializados para tomada de decisões pedagógicas. A empresa está presente em mais de 3 mil escolas em cerca de 800 cidades em todo o país, e foi premiada com o selo Great Place To Work entre as 100 melhores empresas para se trabalhar no estado de São Paulo.

Sobre Escola Mais

Inaugurada em 2018, a Escola Mais é uma rede de educação básica, atualmente composta por 8 unidades, com turmas de Ensino Fundamental I e II, e Ensino Médio. A Escola Mais tem como objetivo maior oferecer uma experiência completa de ensino, de alta qualidade, a um valor muito mais acessível em comparação com o que é praticado no mercado atualmente. As escolas têm o compromisso de preparar os alunos para os desafios do presente e do futuro, com uma metodologia própria de ensino, inspirada em referências já reconhecidas e comprovadas. A Escola Mais oferece período integral, ateliês, laboratórios mão na massa (Makerlabs), um Chromebook® Samsung individual por aluno e aulas de inglês todos os dias. A Arquitetura Pedagógica da Escola Mais traz práticas escolares inovadoras, focadas no desenvolvimento da autonomia para uma aprendizagem mais profunda, eficiente e conectada ao nosso tempo, por mensalidades muito menores.

 

 

 

 

Ele1 - Criar site de notícias