Sábado, 17 de Abril de 2021 23:35 84 98733 4107
Tecnologia Gestão

Gestão ágil baseada no Scrum - por que é tão eficiente?

No desenvolvimento de softwares, esse modelo de gestão é fundamental

27/02/2021 16h14
27
Por: Adrovando Claro Fonte: Daiana Barasa
Gestão ágil baseada no Scrum - por que é tão eficiente?

Tínhamos um grave problema há décadas quanto ao desenvolvimento de softwares: a maioria dos projetos falhava antes da conclusão ou eram contestados, gerando grave prejuízo financeiro, muito acima da estimativa inicial.

No artigo Why Did You Project Fail? (Por Que Seu Projeto Falhou?) de 2009, os pesquisadores fizeram uma precisa análise com base na trajetória de desenvolvimento de softwares desde o ano 1960 e apontando o que fazia com que o problema persistisse por tanto tempo. A ideia aqui é expor como a gestão ágil baseada no Scrum pode ser eficiente na resolução de problemas clássicos no desenvolvimento de softwares, com base no meu artigo de mestrado, escrito em conjunto com outros pesquisadores, pela Unifor (Universidade de Fortaleza).

Gestão ágil baseada no Scrum

Métodos ágeis podem ser aplicados em várias fases do processo de desenvolvimento de software, mas a ideia é mostrar como o Scrum é importante nesse processo e na Plano Consultoria esse também é um dos métodos trabalhados.

O Scrum foi criado em 1996 por Ken Schwaber e Jeff Sutterland e essa metodologia ágil reúne atividades de monitoramento e feedback. Em geral, são reuniões rápidas e diárias com toda a equipe, com foco na identificação e correção de quaisquer deficiências ou impedimentos no processo de desenvolvimento em tempo hábil.

Em 2001 foi publicado o Manifesto Ágil de Software, que destaca os seguintes fatores:

Os indivíduos e suas interações acima de processos e ferramentas;

Software funcionando acima de documentação exaustiva;

Colaboração do cliente acima de negociação contratual;

Respostas às mudanças acima da execução de um plano.

A gestão ágil baseada no Scrum tem como premissa o fato de que o desenvolvimento de software é muito complexo e imprevisível para ser planejado totalmente desde o início e, ao invés de um planejamento prescritivo do projeto, o que se propõe é o modelo empírico, ou seja, que através da observação do processo, se permita um controle, por meio de exercícios frequentes de análise e adaptação, que não estão totalmente definidos.

Esse modelo gera resultados não repetitivos , garantindo visibilidade, inspeção e adaptação do planejamento do projeto.

Scrum e o sucesso em projetos em desenvolvimento de software

Tivemos muitos avanços desde a década de 1960, quando surgiu, inclusive, o termo engenharia de software, porém o índice de fracassos ainda é muito alto e em resposta a esses números, muitas organizações têm optado pela metodologia ágil no desenvolvimento de seus projetos.

Dentre os principais fatores de falha, estão:

Data de entrega (tempo):

Impacto no processo de desenvolvimento;

Equipe não recompensada por longa jornada de trabalho;

Clientes/Usuários com expectativas não realistas;

Motivação da equipe afetada pelo cronograma agressivo;

Aumento na quantidade de membros da equipe para atender o cronograma.

Escopo:

Decisão de entrega feita sem informações adequadas de requisitos;

Controle de mudanças sem o monitoramento adequado e eficaz;

Mudança de escopo durante o projeto;

Clientes/Usuários com pouco tempo disponível para elicitação de requisitos.

Custo:

Projeto subestimado;

Clientes/Usuários não envolvidos no Planejamento/Estimativa.

Qualidade:

Processo não passou por revisão final a cada fase;

Metodologia de desenvolvimento não foi adequada para o projeto;

Projeto não contou com equipe especializada para a execução.

Outros:

Riscos que não foram reavaliados, controlados ou gerenciados durante o projeto;

Riscos não incorporados ao Plano de Projeto;

Equipe teve desagradável experiência ao trabalhar no projeto.

Funcionalidades do Scrum:

Framework de gestão ágil de projetos;

Abordagem baseada em times auto-organizados;

Melhoria da comunicação e cooperação;

Rápida adaptação a mudanças;

Detecta e remove problemas antecipadamente;

Planejamento de atividades baseado no desenvolvimento iterativo;

Produz software funcionando a cada período de 2 a 4 semanas.

Sobre as Sprints

Projetos Scrum progridem em uma sucessão de sprints;

Duração típica de 2 a 4 semanas;

Duração constante que proporciona um melhor ritmo;

Ao final da sprint, se produz um incremento do produto que é potencialmente entregável.

Migrar para uma metodologia ágil ou não?

Muitas empresas optam por um modelo de gestão mista, ou seja, a combinação entre metodologias tradicionais e metodologias ágeis. Essas organizações têm em comum o anseio de amenizar os riscos que provocam as falhas em desenvolvimento de software, o que garante a entrega do produto no prazo e com a qualidade almejada.

Há algum tempo se observava que a gestão ágil não era capaz de tratar adequadamente os problemas relacionados a longas jornada de trabalho e gestão de riscos, mas atualmente, as metodologias ágeis, ainda mais em cenário tão complexo nesses últimos tempos, se tornam necessárias e o “oxigênio” imprescindível para que organizações consigam sobreviver e expandir no mercado.

*Artigo de Marcelo Marcony – Consultor Executivo de TI e Gerente de Projetos

Ele1 - Criar site de notícias