Segunda, 26 de Julho de 2021 20:34 84 98733 4107
Tecnologia Design

Design Sprint: Saiba porque o seu negócio precisa dele!

Essa estratégia surgiu como uma grande coadjuvante no processo de criação e testagem de novas ideias em diversas empresas, sendo motivo de grandes acertos e evoluções significativas para corporações mundialmente conhecidas

18/06/2021 09h27
32
Por: Adrovando Claro Fonte: Thalia Matos
Design Sprint: Saiba porque o seu negócio precisa dele!

Mas afinal, o que é design sprint?

O design sprint é uma metodologia que tem como objetivo principal a redução do tempo e dos custos envolvidos durante um novo processo de idealização. Foi criado por Jake Knapp e desenvolvido pelo Google Ventures, a partir de metodologias já existentes como: Brainstorming, Hackathon, Design Thinking, Innovation Workshop e Ideation Session.

Entretanto, diferencia-se das demais metodologias por apresentar um protótipo testável e viável ao fim do processo, o que a torna melhor desenvolvida e com maiores índices de sucesso. Sendo assim, o design sprint possibilita a testagem de uma nova ideia (ou até mesmo o amadurecimento de uma já existente) em poucos dias, reduzindo um processo que duraria meses em 5 etapas diárias, geralmente realizadas de segunda a sexta. Além da agilidade do processo, a metodologia possibilita a análise adequada dos impactos de um novo produto a partir das opiniões e avaliações de pessoas reais, que são submetidas ao uso e à testagem do protótipo desenvolvido.

A partir das avaliações obtidas, torna-se possível entender como a ideia vai funcionar na prática, analisando as chances de sucesso, os problemas a serem solucionados e as características que devem ser melhoradas a partir da opinião popular. Ter essa avaliação e mudar o projeto inicial de acordo com ela é fundamental para um processo de criação e aprimoramento assertivo, evitando assim desperdício de investimentos em projetos infundados e sem retornos positivos para a sua corporação.

Mas, por que o meu negócio precisa dele?

Pois além de reduzir um processo de meses em 5 dias, o Design Sprint funciona a partir da validação de um público real, representando a satisfação dos seus futuros clientes. E como você já sabe, a satisfação dos seus clientes significa o sucesso da sua empresa. Afinal, a ascensão do seu negócio só é possível a partir de impactos positivos sobre o mercado em que ele está inserido, e o design sprint é uma ótima forma de analisar e validar esses impactos. Por isso, é fundamental que essa metodologia faça parte do seu negócio e seja utilizada durante os processos criativos.

Além das vantagens citadas acima, preparamos uma lista com outros benefícios que vão te mostrar a importância de adotar essa metodologia no seu negócio

·         Padronização e alinhamento de equipes: No dia a dia de diversas empresas, as diferentes equipes de diversos departamentos costumam trabalhar de forma desordenada e sem padrões estabelecidos. A partir do design sprint é possível coordenar as equipes com um único objetivo, tornando-as alinhadas e conectadas entre si.

 

·         Construção de um protótipo: A partir do design sprint é possível criar um produto inicial do projeto já definido.

 

·         Redução de possíveis riscos: Possíveis problemas são minimizados com a testagem dos protótipos, o que torna o processo muito mais assertivo e diminui significativamente as chances de falhas e má sucessão.

 

·         Aumento da eficiência e do foco: Com o tempo definido e as etapas sendo seguidas corretamente, há consequentemente um aumento do foco e da eficiência por parte dos colaboradores durante o processo. Isso ocorre graças ao incentivo, aos padrões e ao alinhamento proporcionados pelo design sprint.

Como o design sprint funciona?

Como já dito, é um processo dividido em 5 etapas, cada uma correspondente a um dia da semana, sendo mais comumente realizado de segunda a sexta. A seguir, apresentaremos o formato padrão e mais usual, mas você pode modificar os dias, a duração e as etapas de acordo com as necessidades e os objetivos do seu negócio.

Primeiro dia, segunda-feira: Etapa de mapeamento

O objetivo dessa etapa é elencar o principal problema a ser resolvido, os pontos principais de melhorias e possíveis falhas. Isso é possível a partir de perguntas bem direcionadas e capazes de proporcionar aos colaboradores uma correta identificação da questão prioritária do projeto. 

É fundamental que a determinação do problema principal seja feita com a participação de TODOS os colaboradores envolvidos, cada um deles possuindo voz ativa e expondo seu ponto de vista para que a determinação final seja unânime e condizente com o problema real. Essa etapa irá definir tudo que será discutido e analisado posteriormente.

Segundo dia, terça-feira: Etapa de esboço

Como o próprio nome já diz, o objetivo dessa etapa é esboçar possíveis soluções para o problema apresentado no dia anterior.

Dessa forma, todos os colaboradores devem apresentar as suas ideias de forma individual, sem debate grupal prévio acerca do problema principal. Nessa etapa não há debate ou julgamentos sobre a viabilização da solução, todas as possibilidades apresentadas são exploradas ao máximo. Algumas atividades de incentivo às ideias são indicadas nessa etapa, para que haja maior participação e qualidade de pensamento.

Terceiro dia, quarta-feira: Etapa de decisão

Nesse dia, as soluções mais viáveis e funcionais apresentadas na etapa anterior são elencadas e dispostas em uma votação. A partir dessa votação, uma única solução é escolhida de forma unânime e democrática, com a participação de todos os colaboradores envolvidos. É importante que haja um olhar criterioso para a votação, visto que a ideia escolhida irá definir e basear todo o resto do projeto.

Quarto dia, quinta-feira: Etapa de prototipação

É o dia de pôr a ideia em prática, criando um protótipo inicial e realizando um dos principais objetivos do design sprint. O protótipo deve ser o mais próximo possível da ideia final, ainda que isso pareça difícil de conseguir no quarto dia de projeto.

Além disso, é muito importante que haja um cronograma definido previamente (Com as devidas funções e atribuições de cada colaborador), para que o processo seja padronizado e reduzido, tornando o tempo de trabalho suficiente para a finalização dessa etapa e a entrega de um protótipo.

Quinto dia, sexta-feira: Etapa de testes

Nessa etapa o protótipo construído anteriormente será testado e analisado por potenciais usuários. A partir do feedback recebido, dos testes e das análises feitas é possível definir se vale a pena ou não investir tempo e dinheiro no projeto em questão.

Além disso, melhorias e descartes podem ser feitos de acordo com as experiências relatadas. Se o protótipo apresentar bons índices, já pode ser encaminhado para o desenvolvimento e as correções necessárias. Senão, é importante que o processo seja refeito, usando o mesmo problema e partindo do segundo dia, levando em consideração as falhas e os erros cometidos na semana anterior.

Por fim, é importante salientar como essa metodologia engaja e motiva a equipe participante, visto que o processo é inteiramente baseado nas sugestões e opiniões dadas pelo grupo de colaboradores. 

Com as opiniões da sua equipe sendo consideradas e postas em prática, o potencial de trabalho aumenta de forma significativa, construindo assim uma equipe ainda mais eficiente, engajada, participativa e assertiva. 

Conclusão

Agora que você já sabe o que é, como funciona e quais os principais benefícios dessa metodologia revolucionária, basta empregá-la no seu negócio reconhecendo toda a importância de tornar o processo criativo da sua empresa mais produtivo, ágil e assertivo.

Ele1 - Criar site de notícias